A ambiguidade do trabalho prisional num contexto de encarceramento feminino: o círculo vicioso da exclusão

Luiz Antônio Bogo Chies, Adriana Batista Varela

Resumo


Este estudo, partindo de dados coletados numa pesquisa sobre o trabalho das encarceradas no Presídio Regional de Pelotas, Rio Grande do Sul, e comparando-os com outras pesquisas realizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo, problematiza, com foco na relação mulher-trabalho-prisão, as estratégias do poder público em termos de políticas penitenciárias para realização das promessas de inclusão social das(os) apenadas(os).

Palavras-chave


Prisão; Mulheres; Trabalho prisional; Tratamento penitenciário

Texto completo:

Sem título () PDF


 

Licença Creative Commons
SER Social de Departamento de Serviço Social - Universidade de Brasília é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at seer.bce.unb.br.

ISSN 2178-8987 versão eletrônica           ISSN 1415-6946 versão impressa